Saúde e bem estar

Pegar gripe é fácil. Proteja-se e torne mais difícil o Influenza pegar você.

Pegar gripe é fácil. Proteja-se e torne mais difícil o Influenza pegar você.

Previna-se contra os vírus da gripe.

O vírus Influenza, causador da gripe, é muito comum, principalmente no inverno. Após o surto de Influenza A do tipo H1N1 em 2009, sempre surgem dúvidas a respeito da doença. Por isso, reunimos algumas informações para ajudar você a se proteger do vírus e manter sua saúde em dia.

Influenza:

Existem dois tipos de Influenza, A e B. No Brasil, em 2018, a vacina imunizará contra dois tipos de Influenza A (H1N1 e H3N2) e um tipo de Influenza B. Atualmente, o H1N1 é muito comum no Brasil e tem uma evolução semelhante à dos outros tipos.

Transmissão:

O Influenza é transmitido por meio de secreções respiratórias como tosse ou espirro. Evite o contato próximo com pessoas que apresentem sintomas da gripe, principalmente em locais fechados, onde as chances de transmissão aumentam. Fique atento aos sintomas, pois eles podem se iniciar no período de 3 a 7 dias após o contato.

Sintomas:

Os sintomas da gripe são febre de início súbito, tosse ou dor de garganta, além de pelo menos um dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dor muscular, dor nas articulações ou dificuldade respiratória.

Cuidados:

Confira algumas medidas que ajudam a evitar o Influenza A e também outras doenças respiratórias:

  • Frequente higienização com água e sabão ou álcool gel, principalmente após tossir, espirrar e antes de consumir alimentos;
  • Utilizar lenço descartável para a higiene nasal;
  • Aprender a higiene da tosse para evitar transmissão: cobrir o nariz e a boca quando espirrar ou tossir colocando o braço na frente para evitar a contaminação da mão;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da Influenza A;
  • Evitar aglomerações e ambientes fechados (procurar manter os ambientes ventilados);
  • Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos;
  • Orientar o afastamento temporário (trabalho, escola etc.) em até 24 horas após cessar a febre.

Imagens:

    Fontes: Ministério da Saúde e Cuidados Mil

    CNPJ 29.309.127/0001-79
    Copyright © 2007-2014, Amil Assistência Médica Internacional S/A. Todos os direitos reservados.