Diabetes tipo 2

Como ler um rótulo de alimento

Como ler um rótulo de alimento

Os rótulos de alimentos informam os fatos nutricionais sobre os alimentos adquiridos. Você não precisa fazer nenhum cálculo, está tudo na embalagem.

Preste atenção particular a esses itens no rótulo:

  • Tamanho da porção 
  • Carboidrato total
  • Fibra alimentar
  • Calorias
  • Gordura total
  • Gordura saturada e gordura trans

Verifique sempre o tamanho da porção em primeiro lugar: a informação no rótulo se refere a essa porção servida especificada, porém sua embalagem pode conter mais de uma porção. Se você ingerir mais ou menos do que a porção especificada, é preciso ajustar os valores. Por exemplo, o tamanho da porção de espaguete é normalmente 56 gramas (1 xícara). Se você, como muitas outras pessoas, ingere 2 xícaras em uma refeição, conte como duas porções servidas. Isso não afeta somente o total de calorias, mas também os gramas de carboidratos e gordura que você acabou de ingerir.

Verifique o carboidrato total a seguir. Ele está destacado com caracteres em negrito na lista. Se estiver contando os gramas de carboidrato, considere esse valor contra sua meta de refeição ou lanche.

Açúcar, outros carboidratos e fibra alimentícia são partes integrantes do carboidrato total listado no rótulo. Como os carboidratos se transformam em açúcar, os gramas totais de carboidratos afetam a glicose em seu sangue e não somente os gramas de açúcar no item alimentício particular.

A fibra alimentar é listada logo abaixo dos carboidratos totais. Busque alimentos de grão integral que são ricos em fibras. Além da verificação da palavra "integral" nos ingredientes, procure no mínimo 3 a 4 gramas de fibra alimentar.

As informações de calorias indicam o número de calorias em uma porção servida. Ajuste o número de calorias em caso de ingestão de porções menores ou maiores.

Verifique a gordura total em uma porção servida. Preste atenção particular à quantidade de gordura saturada em uma porção servida. Escolha alimentos com pouca gordura saturada. Por exemplo, beba leite desnatado em vez de leite integral. O tipo desnatado contém somente traços de gordura saturada ao passo que o leite integral contém 5 gramas de gordura saturada por porção. De modo similar, 85 gramas de peixe têm menos de 1 grama de gordura saturada, enquanto 85 gramas de hambúrguer contêm mais de 5 gramas.

É importante saber que, se um item alimentar tem menos de 0,5 g de gordura saturada, o fabricante pode afirmar que ele não tem nenhuma gordura saturada. Isso é especialmente importante para saber se você está ingerindo mais de uma porção por vez, pois poderá estar consumindo muito mais gordura saturada do que imagina. Por exemplo, ao ingerir duas porções servidas de um item alimentar que informa "0,0 g de gordura saturada", você pode estar ingerindo até 0,8 g de gordura saturada.

A Food and Drug Administration dos Estados Unidos exige que as gorduras trans em um alimento sejam listadas no seu rótulo. As gorduras trans são um tipo de gordura criada em um processo chamado de hidrogenação, no qual óleos líquidos se transformam em gorduras sólidas. Essas gorduras aumentam os níveis de colesterol LDL (ruim) e reduzem os níveis de colesterol HDL (bom). Elas são encontradas com frequência em alimentos processados e preparados, como salgadinhos e sobremesas.

Preste atenção à quantidade de gorduras trans no rótulo de qualquer alimento. Essas gorduras aumentam os seus níveis de colesterol LDL (ruim) e reduzem os seus níveis de colesterol HDL (bom). As gorduras trans são medidas em gramas. Busque alimentos com baixos teores de gorduras trans (1 grama ou menos).

O Valor Diário % é listado no rótulo como um guia. Esses valores se baseiam em uma dieta de 2000 calorias com percentuais de calorias, gordura, gordura saturada, carboidrato, sódio e fibra. Essas metas podem não ser apropriadas para você. Conheça suas próprias metas de calorias, carboidrato e gordura saturada. Um nutricionista pode individualizar suas metas nutricionais.

Certificado

Data de revisão: 7/8/2012

Revisão feita por: Nancy J. Rennert, MD, Chief of Endocrinology & Diabetes, Norwalk Hospital, Associate Clinical Professor of Medicine, Yale University School of Medicine, New Haven, CT. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Previoulsy reviewed by Ari S. Eckman, MD, Division of Endocrinology and Metabolism, Johns Hopkins School of Medicine, Baltimore, MD. Review provided by VeriMed Healthcare Network. (5/13/2010)

As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

CNPJ 29.309.127/0001-79
Copyright © 2007-2014, Amil Assistência Médica Internacional S/A. Todos os direitos reservados.