Exercício

Exercício e maternidade

Exercício e maternidade

Se você está grávida ou acabou de dar à luz, provavelmente está preocupada em como perder o peso extra ganho. A solução natural é o exercício. Boa notícia: pesquisas mostram que mulheres que praticam exercício durante a gravidez e após dar à luz têm não só bem-estar físico como também uma melhor saúde mental.

Além do controle de peso, as vantagens da prática de exercícios durante e após a gravidez são várias. Durante a gravidez, a prática de exercício pode ajudá-la a se sentir melhor e enfrentar uma enorme mudança no seu corpo. Verificou-se que o exercício:

  • Aumenta a energia
  • Melhora a postura
  • Alivia dores nas costas e câimbras nas pernas
  • Diminui o estresse, ansiedade e depressão
  • Ajuda na digestão e alivia a constipação
  • Prepara o corpo para o parto

Após a gravidez, o exercício pode ajudar a evitar útero caído, a recuperar e manter o tônus muscular abdominal e vaginal e evitar incontinência urinária e diminuir dor nas costas. Um estudo relatou que mulheres que praticavam "exercícios vigorosos" três vezes por semana após o parto tinham uma adaptação mais fácil à maternidade, maior envolvimento em atividades sociais e de lazer e mais satisfação geral com suas vidas.

Medos infundados

Algumas mulheres se preocupam que o exercício possa fazer com que tenham um parto prematuro. Contudo, não foi demonstrado que mesmo a prática de exercícios vigorosos aumentem o risco de parto prematuro. Na verdade, mulheres praticantes de exercícios com bom condicionamento físico têm a mesma taxa de partos a termo que outras não condicionadas. Além disso, os especialistas dizem que mulheres saudáveis devem praticar exercícios durante a gravidez sem medo de comprometer o desenvolvimento e o crescimento fetal.

Converse com seu médico.

Você deve conversar com seu médico sobre suas metas para a prática de exercícios durante e após a gravidez e ter certeza de obter aprovação para qualquer programa de exercício antes de começar. Naturalmente, você deve evitar exercícios em que você possa cair ou sofrer choques, como cavalgar, esquiar e patinar. Caso contrário, há algumas diretrizes básicas a seguir:

  • Se você não conseguir conversar normalmente durante o exercício, o esforço é muito grande.
  • Depois de vinte semanas de gravidez, evite fazer exercícios deitada de costas.
  • Evite exercícios vigorosos no calor, clima úmido ou quando tiver febre.
  • Use roupas confortáveis que evitem acúmulo de calor.
  • Use um sutiã de tamanho adequado e bem ajustado.
  • Beba muita água para evitar desidratação e superaquecimento.
  • Certifique-se de ingerir 300 calorias extra por dia durante a gravidez.

Pare o exercício se sentir algum destes sintomas:

  • Dor abdominal
  • Sangramento vaginal ou perda de líquido
  • Tontura ou vertigem
  • Dificuldade para andar
  • Contrações uterinas ou dor no peito

Para o seu bebê e seu corpo, a evidência é clara: a prática de exercícios ajudará muito os dois.

Certificado

Data de revisão: 6/28/2011

Revisão feita por: Jeffrey Heit, MD, Internist with special emphasis on preventive health, fitness and nutrition, Philadelphia VA Medical Center, Philadelphia, PA. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.

As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

CNPJ 29.309.127/0001-79
Copyright © 2007-2014, Amil Assistência Médica Internacional S/A. Todos os direitos reservados.