Perda de Peso

Etapa 10: Escolhendo um programa para perda de peso

Etapa 10: Escolhendo um programa para perda de peso

Você não precisa de um programa para perder peso. No entanto, se estiver tendo problemas para perder peso sozinho (e muitas pessoas têm), um programa para a perda de peso pode ajudar. Programas de perda de peso podem ter muitas vantagens, tais como fornecer apoio de parceiros, orientação de profissionais e lhe ajudar a focar nos seus objetivos. No entanto, cuidado com o programa que escolher — alguns prometem mais do que podem cumprir.

O que procurar em um programa

Como saber em qual grupo entrar? Faça as seguintes perguntas sobre qualquer programa de perda de peso que esteja considerando:

  • O que o programa promete? Se o programa alega que você pode perder muito peso rapidamente, provavelmente não é um bom programa.
  • O programa lhe encoraja a manter uma dieta balanceada? Todo mundo deve manter uma dieta que inclua todos os tipos de comida. Tenha cuidado se o programa enfatiza um tipo de alimento sobre os outros, tais como dietas ricas em proteína.
  • O programa encoraja atividade física? A prática de atividade física é essencial para viver com saúde, e você deve empenhar-se em ser ativo ao longo de sua vida. Além disso, atividade física é um dos pilares da perda de peso.
  • O programa lhe ensina a ser autossuficiente? Você não vai querer pagar por um programa de perda de peso a vida toda, e quando você sair deverá ser capaz de manter seu peso por si mesmo. Por exemplo, programas que exigem que você compre comida deles não lhe ensinam a comprar, cozinhar ou pedir de restaurantes sozinho.
  • O programa fornece o que você está buscando? Considere suas necessidades. Por que quer entrar em um programa, para começar? Grupos diferentes oferecem coisas diferentes. Escolha um que se ajuste em sua vida.
  • O programa força o uso de medicamentos de perda de peso? Você deve considerar medicamento para perder peso SÓ se for clinicamente obeso (IMC maior que 30) e não ter sido capaz de perder peso com as mudanças de estilo de vida apropriadas e adequadas. Se considerar usar medicamentos para ajudar a perder peso, assegure-se de que esteja trabalhando com um médico que conheça seu histórico médico.
  • O programa lhe examina buscando riscos à saúde? Só entre em um programa que avalie sua condição de saúde antes de começar. Um programa que aceite qualquer um, independente da saúde, pode ser perigoso.
  • Você está atraído pelo programa pelo endosso de uma celebridade? O endosso de uma celebridade pode ser um atrativo poderoso. Lembre-se de que a maioria das celebridades não é especialista em saúde. Esses programas não são necessariamente escolhas ruins, mas você deve olhar cuidadosamente o que podem fazer por você, e se podem atender às suas necessidades.

Dietas populares

Muitas dietas populares soam muito atraentes porque tendem a oferecer uma solução rápida. Lembre-se de que nenhuma dieta específica é uma cura mágica. Novamente, há dois pontos-chaves em qualquer programa de sucesso:

*TABELA

Vá "devagar e sempre" para vencer a corrida da perda de peso.

Desenvolva hábitos que mantenham-se em sua rotina por um longo tempo.

Muitas dietas populares são apenas modismo. Uma "dieta da moda" é qualquer artifício que não forneça o equilíbrio de nutrientes adequado, ou que só pode ser mantida por um tempo curto. Além disso, dietas da moda NÃO são baseadas em ciência comprovada, embora quase todo mundo conheça alguém que se deu bem com uma dieta assim. Cuidado com alegações como "Perca 15 kg em 30 dias", "Milagre científico - descoberta médica!" ou "Perca peso para sempre — só R$ 39,99!" Mesmo que essas afirmações sejam tentadoras e brinquem com suas emoções, elas são geralmente feitas por empresas querendo enriquecer com seu desejo de perder peso, então mantenha-as em perspectiva.

Exemplos de dietas populares incluem:

  • Dietas de combinação — Essas dietas alegam que comer alimentos em uma combinação específica ou em certos períodos do dia promovem a perda de peso. Não há mérito científico para dietas de combinação.
  • Dietas líquidas — Dietas líquidas são a resposta de curto prazo para um problema de longo prazo. Dietas líquidas não fornecem todos os nutrientes de que você precisa para ficar saudável, e são, no fim, insustentáveis. Você já tentou ingerir só líquidos por qualquer período de tempo? Muita gente não consegue... e ninguém deveria! Dietas de proteína líquida foram associadas com anomalias cardíacas e morte súbita. No entanto, algumas dietas líquidas, quando combinadas com comidas sólidas saudáveis e feitas sob supervisão médica, mostraram promover e sustentar perda de peso em um período de 2 anos.
  • Dietas ricas em proteínas — Dietas ricas em proteínas funcionam reduzindo seu consumo de carboidratos, como massas, arroz e açúcar. Mesmo sendo importante comer menos desses carboidratos simples, nessas dietas você compensa sua ausência substituindo-os por proteína. É extremamente difícil comer grandes quantidades de proteína sem consumir muita gordura ou poucas vitaminas e minerais. Você precisa de proteína em sua dieta, mas apenas em quantidade moderada, junto com um equilíbrio saudável de outros nutrientes. Comer muita proteína pode ser perigoso, pois pode causar danos aos rins e aos ossos. Estudos científicos estão apenas começando a examinar a abordagem de dietas ricas em proteínas para determinar se são verdadeiramente eficientes para perder peso, ou se são seguras, particularmente se seguidas por um longo período. Apesar da recente popularidade e atenção da mídia dessas dietas com alto teor de proteína, a maioria das organizações científicas desaconselham essa abordagem e recomendam a abordagem testada e verdadeira de proteína magra, grãos integrais, muitas frutas e legumes e derivados de leite de baixa gordura. (Veja a Etapa 5.)
Certificado

Data de revisão: 6/28/2011

Revisão feita por: Jeffrey Heit, MD, Internist with special emphasis on preventive health, fitness and nutrition, Philadelphia VA Medical Center, Philadelphia, PA. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.

As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

CNPJ 29.309.127/0001-79
Copyright © 2007-2014, Amil Assistência Médica Internacional S/A. Todos os direitos reservados.