Fique saudável durante a gravidez

Alimentação correta durante a gravidez

Alimentação correta durante a gravidez

Mulheres grávidas devem ter uma dieta nutricional balanceada e aumentar a ingestão de calorias para satisfazer as necessidades do feto em desenvolvimento e as mudanças do seu corpo. Comer alimentos saudáveis e nutritivos durante a gravidez é uma das coisas mais importantes que a mulher pode fazer para assegurar o desenvolvimento e crescimento normal do feto, além de ajudar a evitar a prematuridade e o baixo peso no nascimento. Para a mãe, a boa nutrição ajuda a evitar anemia, infecção e recuperação demorada.

Em primeiro lugar, as boas notícias: Mulheres grávidas têm que comer 300 calorias extra por dia. As más notícias: Isso não é uma licença para entregar-se à gulodice. Se optar por doces ou "tranqueiras" em vez de alimentos mais nutricionais, seu bebê pode retirar as vitaminas e minerais que necessita dos seus suprimentos -- e sua saúde pode sofrer como resultado. Em vez disso, faça essa contagem de calorias extra selecionando alimentos saudáveis com pouca gordura e uma carga nutricional sólida.

Converse com seu médico sobre como completar sua dieta e suprir qualquer déficit nutricional -- especialmente se você for vegetariana, intolerante à lactose ou seguir uma dieta especial por qualquer outra razão. Vegetarianas, em particular, precisam fazer um esforço especial para obter todos os aminoácidos essenciais que seus bebês precisam para se desenvolver normalmente.

Verifique o prato de alimentos modificado, cortesia do Departamento de Agricultura Norte Americano, para descobrir quantas porções de cada grupo alimentar ingerir quando está grávida.

Boa nutrição durante a gravidez depende da ingestão de diversos alimentos saudáveis tais como grãos integrais, legumes e frutas. É importante que as mulheres grávidas bebam bastante fluídos e tenham uma ingestão adequada dos seguintes nutrientes:

  • Proteína: para desenvolvimento adequado do feto e placenta
  • Cálcio: para o desenvolvimento saudável do feto
  • Ferro: para o desenvolvimento do fornecimento de sangue do feto e para evitar anemia na mãe
  • Ácido fólico: para reduzir o risco de espinha bífida, anencefalia e defeitos congênitos relacionados

Recomenda-se que mulheres que desejam engravidar tomem vitamina pré-natal contendo ácido fólico e outras vitaminas e minerais essenciais, incluindo ferro. O ácido fólico diminui o risco de determinadas anomalias.

Pão, cereais, arroz e massas: 9 a 10 porções por dia

Esses alimentos fornecem carboidratos, que dão energia para seu corpo e para o crescimento do bebê. Produtos integrais e fortificados contêm ácido fólico e ferro também (para um balanço sobre o que esses e outros nutrientes fazem durante a gestação, consulte o Gráfico de Porções Diárias Recomendadas). Uma porção é igual a: 1 fatia de pão, 31 gramas de cereal, 1/2 xícara de arroz ou massa cozida ou 1 bolinho.

Legumes: 4 a 5 porções por dia

Legumes são uma boa fonte de vitaminas A e C, ácido fólico, ferro e magnésio. Tente ingerir pelo menos duas das suas porções diárias de vegetais e legumes folhosos. Uma porção é igual a: 1 xícara de vegetais; 1 xícara de vegetais crus picados ou cozidos; 3/4 de xícara de suco de legumes ou 1/2 xícara de legumes picados, cozidos ou crus.

Frutas: 3 a 4 porções por dia

As frutas contêm bastante vitamina A e C, potássio e fibras. Escolha frutas frescas e sucos, que retêm maior valor nutricional do que os tipos enlatados ou congelados, Uma porção é igual a: 1 fruta média (como banana, maçã ou laranja); 1/2 xícara de fruta picada, congelada, cozida ou enlatada; ou 3/4 xícara de suco de fruta.

Leite, iogurte e queijo: 3 porções por dia

Laticínios são uma ótima fonte de proteína, cálcio e fósforo (para manter as calorias e colesterol sob controle, escolha produtos com pouca gordura). Uma porção é igual a: 1 xícara de leite ou iogurte, aproximadamente 45 gramas de queijo natural ou 62 gramas de queijo processado.

Carne, aves, peixe, feijão, ovos e nozes: 3 porções por dia

Os alimentos desse grupo são excelentes fontes de vitamina B, proteína, ferro e zinco. Uma porção é igual a: Aproximadamente 62 ou 93 gramas de carne cozida, frango ou peixe; 1/2 xícara de feijões cozidos; 1 ovo; ou 2 colheres de sopa de manteiga de amendoim. Sempre que possível, opte por cortes magros e métodos de cocção com pouca gordura.

Gorduras, óleos e doces: Use pouco

Como são compostos, na sua maior parte, por calorias "vazias" com pouco ou nenhum valor nutricional, use pouca manteiga, margarina, molho de salada, óleo de cozinha e sobremesas. Porém, não corte totalmente as gorduras da sua dieta. Elas fornecem energia de longo prazo para o crescimento e que é essencial para o desenvolvimento do cérebro.

Certificado

Data de revisão: 12/9/2012

Revisão feita por: Irina Burd, MD, PhD, Maternal Fetal Medicine, Johns Hopkins University, Baltimore, MD. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team. A.D.A.M. Editorial Update: 06/11/2014

As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

CNPJ 29.309.127/0001-79
Copyright © 2007-2014, Amil Assistência Médica Internacional S/A. Todos os direitos reservados.