Fique saudável durante a gravidez

Exercícios durante a gravidez

Exercícios durante a gravidez

Existem muitos benefícios em ser ativa durante a gravidez. Você pode não se sentir ótima todos os dias da gestação, mas o exercício deve fazê-la se sentir melhor de uma maneira geral e ajudá-la a se preparar para o trabalho de parto e parto.

Existem algumas condições ou sintomas que podem tornar a prática de exercícios durante a gravidez não recomendável. Converse com o seu médico sobre o exercício certo para você.

Recomendações para NÃO se exercitar durante a gestação podem ser feitas em casos de:

  • hipertensão induzida pela gestação,
  • ruptura prematura de membranas,
  • trabalho de parto prematuro,
  • sangramento vaginal e
  • outras condições médicas contínuas, como pressão alta, doença cardíaca, doença pulmonar e anomalias da tireoide.

Se você continuar a praticar exercícios ou iniciar um programa de exercícios enquanto estiver grávida, é importante discuti-lo com o seu médico, que poderá aconselhá-la sobre o tipo de exercícios é melhor.

De acordo com o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG), exercitar-se pode:

  • reduzir a ocorrência de dores nas costas, constipação e inchaço,
  • aumentar o nível de energia,
  • ajudar no ajuste da postura,
  • auxiliar o tônus muscular, força e resistência,
  • melhorar os padrões de sono e
  • melhorar sua capacidade de lidar com a dor do parto.

Escolhendo um programa de exercícios seguro

Pode ser mais fácil exercitar-se no início da gestação do que durante os últimos três meses (terceiro trimestre). Escolher exercícios seguros para você e seu bebê é importante porque algumas posições, conforme seu peso e equilíbrio passam por mudanças, podem se tornar desconfortáveis ou ter efeitos potencialmente prejudiciais. Depois da 20ª semana de gestação, você não deve fazer exercícios que exijam que você deite de costas, pois essa posição pode dificultar a circulação do sangue.

Para exercícios corporais com pouco estresse nas articulações e músculos, você pode considerar caminhadas, natação ou bicicleta fixa. É sábio iniciar lentamente e aumentar gradualmente o tempo do exercício. Sempre faça aquecimento e relaxamento depois do exercício. Com o peso extra da gestação, seu corpo tem que trabalhar mais do que antes. O exercício aumenta o fluxo de oxigênio e sangue nos músculos, desviando-os de outras partes do corpo. Por isso, é importante não exagerar ou fazer exercícios muito fortes.

A intensidade, a duração e a frequência dos exercícios não devem causar dor, falta de ar ou cansaço excessivo. Lembre-se, a meta do exercício é gerar benefícios em geral durante a gestação, não efeitos danosos para você e para o bebê.

Hidratação durante a prática de exercícios

Hidratação é sempre importante com a prática de exercícios, mas ainda MAIS importante quando você está grávida. Você deve tomar até 1/2 litro de líquido antes de se exercitar e 1 xícara de líquido a cada 20 minutos durante o exercício para manter hidratação suficiente para você e o seu bebê. Mesmo se não sentir sede após o exercício, é importante restabelecer os fluídos perdidos durante a prática. Você pode perder até 1 ou 2 quartos de fluído por hora de transpiração.

Recomendações gerais

As seguintes recomendações se fundamentam no Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas e American Academy of Family Physicians:

  • evite fazer exercícios que exijam deitar de costas depois da 20ª semana,
  • use roupas confortáveis que ajudem, mas que não restrinjam os movimentos e ajude a mantê-la fresca,
  • consuma 300 calorias a mais durante a gestação,
  • evite se sobreaquecer ao exercitar-se, especialmente em clima quente e úmido e
  • beba bastante água para manter-se bem hidratada.

Os exercícios recomendados incluem:

  • caminhada,
  • bicicleta fixa,
  • aeróbica de pouco impacto e
  • natação.

Esportes a serem evitados, pois são de alto risco ou podem causar trauma, incluem:

  • ginástica,
  • equitação,
  • esqueitismo,
  • ski (água/neve),
  • asa-delta,
  • esportes com raquetes,
  • levantamento de peso e
  • mergulho.

Interrompa o exercício e ligue para o seu médico se sentir dor, tiver sangramento vaginal, batimentos cardíacos rápidos, contrações uterinas, dor no peito, fluido saindo da vagina, tontura, desmaio, falta de ar ou dificuldade para andar.

Se for atleta, você pode continuar com a sua rotina de exercícios. No entanto, exercícios que exigem o uso de muito oxigênio devem ser evitados para garantir oxigênio suficiente para o feto. Mulheres ativas devem evitar esportes de contato durante todos os estágios da gestação.

Se você não for uma atleta experiente, a gestação não é o momento para iniciar uma rotina rigorosa. Exercícios que mantêm o tônus muscular, como caminhada e natação, são boas escolhas durante toda a gravidez. Para atividades que exigem equilíbrio, como ski aquático ou na neve, é melhor ter cuidado durante todas a gestação, especialmente até o final do primeiro trimestre, quando o útero "expande" além da pélvis e começa a alterar seu centro de gravidade. Com o centro de gravidade alterado, você pode estar sob maior risco de acidentes que poderiam ter um efeito negativo sobre você e sua gestação. Todas as atividades que envolvem mudanças profundas na pressão ou profundo estresse físico, tais como mergulho e triatlo, devem ser evitados SEMPRE.

Se estiver se exercitando durante a gestação e sofrer uma queda, especialmente se cair de barriga, procure cuidados médicos. Trauma no útero pode fazer com que a placenta de desprenda da parede do útero. Essa condição, chamada descolamento, pode ser fatal tanto para você como para o feto.

Certificado

Data de revisão: 12/9/2012

Revisão feita por: Irina Burd, MD, PhD, Maternal Fetal Medicine, Johns Hopkins University, Baltimore, MD. Review provided by VeriMed Healthcare Network.

As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

CNPJ 29.309.127/0001-79
Copyright © 2007-2014, Amil Assistência Médica Internacional S/A. Todos os direitos reservados.